MINUTO DE ECONOMIA


Vacinação acelerada ajuda recuperação de serviços. Mas é bom olhar para o mundo e não baixar a guarda…

  • O volume de serviços cresceu 1,1% em julho comparado a junho, acima das expectativas do mercado, de 1,0% e da GO Associados, 0,6%. É a quarta alta consecutiva após a queda de março (-3,4%), causada pelo aperto das restrições sanitárias naquele mês.  


  • Os serviços prestados às famílias apresentaram alta de 3,8%. O setor inclui bares, restaurantes e outras atividades que sofreram durante o período de maior restrição.

  • Entretanto, apesar da recuperação, o setor de serviços prestados às famílias ainda está 23,2% abaixo do nível pré-pandemia. O desempenho é heterogêneo entre os setores.

Volume de serviços entre fevereiro de 2020 e julho de 2021 (%)


  • Com a retomada das atividades presenciais, deverá ocorrer alguma substituição do consumo de produtos (varejo) por serviços. Por exemplo, o supermercado perde espaço para os restaurantes, bares, cinemas e eventos.

  • A recuperação do setor depende do controle da pandemia e da flexibilização das restrições de mobilidade. Considerando o calendário de vacinação, a maior parte dos estados brasileiros deverá vacinar a população adulta com pelo menos uma dose da vacina até o fim deste mês.

  • O avanço da vacinação impactou fortemente os índices de mobilidade em julho. A média móvel de 30 dias em relação ao patamar pré-pandemia cresceu 7 p.p.. Em agosto a mobilidade cresceu menos, o que deve desacelerar o crescimento de setores como o de serviços.


  • Se confirmado o calendário de vacinação e mantida a eficiência da vacina diante das novas cepas, eventos importantes para o setor de serviços, como o Ano Novo e o Carnaval, devem em princípio ocorrer e ajudar o segmento a retomar as atividades completamente.

  • Eventos presenciais importantes estão ocorrendo com o avanço da vacinação. No setor agro, por exemplo, está ocorrendo o maior festival rural do Mato Grosso do Sul, a Expoagro Digital (14 a 17/09) que terá parte do evento presencial e outra digital, com ofertas de R$1 bilhão de linhas de créditos para financiamentos para produtores rurais.

  • No entanto, o avanço da variante Delta pelo Brasil é um ponto de atenção. Neste momento, observam-se países com elevadas taxas de imunização tendo que voltar a restringir suas atividades devido às altas nos números de casos.

  • Nos EUA, o uso de máscaras voltou a ser exigido até mesmo aos plenamente vacinados.  No Reino Unido, foram fixadas novas restrições nos últimos meses. Por fim, Israel, o país mais avançado na vacinação com 80% de sua população imunizada, avalia a retomada de lockdowns para conter a nova onda de infecções.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo