MINUTO DE ECONOMIA


Clima e retomada de serviços pressionam a inflação…

  • O Comitê de Política Monetária (Copom) aumentou em 1 p.p. a taxa básica de juros. A decisão veio em linha com a projeção da GO Associados. A taxa Selic passou de 4,25% para 5,25% ao ano.

Metas de inflação e expectativas para IPCA e taxa Selic


  • O comunicado do Copom chamou atenção para a persistência da inflação, indicada pela alta dos preços de serviços nas últimas medidas do IPCA. O Comitê vê cada vez menos a alta acelerada do IPCA como um problema de curto prazo.

  • Além da crise hídrica, que impactou a conta de energia elétrica, há uma pressão dos preços das commodities agrícolas, cuja produção vem sofrendo com eventos climáticos extremos.

  • A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) projeta que, até o dia 06 de agosto, haverá baixas temperaturas com risco de geada nas regiões entre o Rio Grande do Sul e São Paulo. Isso deve comprometer as lavouras de trigo e a segunda safra de milho. 

  • O impacto das geadas deve encarecer os preços dos alimentos in natura, principalmente de proteína animal, pelo menos no curto prazo. Este pico já deve ser observado no mês de agosto. 

  • As lavouras de milho estão sendo afetadas desde a primeira geada que ocorreu em junho deste ano. O impacto na proteína animal ocorreu porque o grão é base para ração.

Preço da Saca de milho (60kg) praticamente dobrou entre 2020 e 2021…


  • Outro fator de atenção reside nos ruídos da conjuntura política e apreensão com as contas fiscais, que podem ter impactos principalmente no câmbio, repercutindo nos preços dos importados.

1 visualização0 comentário