MINUTO DE ECONOMIA


Está em curso o maior programa de saneamento ambiental do Planeta…

  • 2021 parece marcar o momento de decolagem do investimento em saneamento, rompendo com uma negligência histórica do país com esta infraestrutura social tão relevante para a saúde e o maio ambiente.

  • O Grupo Águas do Brasil venceu o leilão de concessão dos serviços de saneamento do chamado bloco 3 da Companhia estadual de água e esgoto do Rio de Janeiro (Cedae) com lance de R$ 2,2 bilhões, equivalente a um ágio de 90% em relação ao valor de outorga mínima de R$ 1,16 bilhão.

  • Tais números sugerem a continuidade do apetite de investimento por parte do setor privado a despeito das incertezas da conjuntura macroeconômica.

  • Os investimentos previstos para os 35 anos de concessão são estimados em R$ 4,7 bilhões para universalizar os serviços de água e esgoto nas áreas concedidas, que incluem bairros da zona oeste do Rio mais 20 cidades hoje atendidas pela estatal Cedae.

Quadro 1 – Resultados dos leilões recentes no setor de saneamento


  • Conforme mostra o Quadro 1, somando todos os investimentos contratados desde 2019, até o final de 2021 o setor deverá receber cerca de R$ 42 bilhões em investimentos nos próximos 35 anos.

  • O Quadro 2 compara o saneamento com outros segmentos da infraestrutura. Chama a atenção o fato deste setor ter mais investimentos contratados do que os demais, superando inclusive o setor de telecomunicações que teve como destaque o leilão do 5G. 

  • O Quadro 3 mostra o perfil temporal dos investimentos contratados. R$ 35,8 bilhões dos investimentos contratados (85% do total) ocorrerão nos primeiros cinco anos e já em 2022 estão previstos R$ 3,4 bilhões (8%).

  • O edital estabelece pontos relevantes para a infraestrutura social:

  1. a tarifa social, que hoje alcança 13 mil pessoas, deverá passar a 136 mil pessoas;

  2. investimento para o Rio Guandu de R$ 1,1 bilhão nos cinco primeiros anos, com o objetivo de reduzir a poluição na bacia; e

  3. investimentos de R$ 354 milhões em comunidades não urbanizadas na AP5 (parte da Zona Oeste da capital fluminense), com obrigatoriedade da continuidade da prestação do serviço.

Quadro 2 – Investimentos contratados em leilões realizados em 2019-21(R$ bilhões)


Quadro 3 – Perfil temporal dos investimentos contratados nos leilões de 2019-21 (R$ bilhões)



3 visualizações0 comentário