MINUTO DE ECONOMIA


Cenário externo menos favorável e taxa de juros em dois dígitos devem reduzir o ritmo de crescimento da economia segundo Relatório Trimestral de Inflação…

  • O Banco Central revisou para baixo as projeções de crescimento da economia em 2021. A revisão foi de 4,7% para 4,4% enquanto para 2022, a projeção de crescimento caiu para menos da metade de 2,1% para 1%.

  • O Relatório Trimestral de Inflação indica uma piora no cenário econômico mundial com aumento da inflação nas principais economias, além da variante Ômicron e do problema no mercado imobiliário chinês.

  • No cenário doméstico a redução do ritmo de recuperação da economia brasileira perdeu fôlego. A expectativa de um desempenho melhor da agropecuária, caso a crise hídrica não persista em 2022, com a resolução dos problemas que resultaram no embargo da carne brasileira no mercado chinês e com a retomada da atividade econômica no setor de serviços, caso a pandemia seja controlada.

  • O aumento da taxa de juros, que deve chegar a 10,25% em fevereiro de 2022, também é um ponto de atenção para a recuperação da economia, na medida em que encarece o crédito e diminui o ritmo de recuperação.

  • A projeção do Banco Central para a inflação para 2021 continuou a crescer e está em linha com o número da GO Associados, de 10,2%. Para 2022 a projeção do RTI passou de 3,7% para 4,7% próxima do teto da meta de 5%.


2 visualizações0 comentário